OBRIGADO POR CHATTING COM ABACOZ PROPERTIES,


"Novo terminal de cruzeiros de Lisboa inaugurado hoje"

"O novo terminal de cruzeiros de Lisboa será inaugurado esta sexta-feira (10 de novembro), depois de o Governo ter previsto a sua entrada em funcionamento para maio e, posteriormente, a sua inauguração no verão, o que não chegou a acontecer. (...)
Segundo a informação enviada pela Administração do Porto de Lisboa (APL) à Lusa, o novo terminal iniciou a sua atividade no dia 18 de setembro, quando recebeu um navio com 3.500 passageiros. Esta obra prevê um edifício com 13.800 metros quadrados (m2) em três andares e capacidade para 800 mil passageiros por ano, o que representa um aumento de 300 mil face aos números atuais.

Embarque e desembarque máximo de 4.500 passageiros 
A APL prevê para este ano 334 escalas e 522.700 passageiros. "Relativamente a 2018, a concessionária estima a realização de 361 escalas e 617 mil passageiros, o que significa um crescimento face às previsões para 2017 de cerca de 8% nas escalas e de 18% no número de passageiros, fazendo de 2018 o melhor ano de sempre do Porto de Lisboa. (...)"

Fonte: Idealista News


"Este é o momento certo para vender casa"

O mercado imobiliário está vivo, de boa saúde e recomenda-se. O presidente da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP), Luís Lima, concorda, e não tem dúvidas de que "este é o momento certo para vender casa". Reconhece que o setor está a viver uma recuperação fulgurante e que a união entre o turismo e imobiliário "é positiva para os dois".

"Nos últimos dois anos, o setor do imobiliário teve um crescimento superior a 50%, ao nível das transações. E, para este ano, prevejo um crescimento superior a 25%."

Fonte: Idealista News


Algarve atinge ano recorde no Golfe
O Algarve que se destaca como o destino de golfe ideal alcançou um novo nível recorde de número de visitantes sendo acompanhado por um forte destaque nas redes sociais 



Com o recente sucesso do Portugal Masters ainda "fresco na mente" dos entusiastas jogadores de golfe Europeus, a região apresentou números significativos relativamente ao primeiro semestre de 2017.
O Algarve é sobejamente conhecido como o destino de Golfe n.º 1 na Europa, com 43 fabulosos campos de golfe e que atingiu o número mais alto de visitantes de Golfe em 2016 com cerca de 1.3 milhões de rodadas ao longo do ano.

E a tendência continuou nos primeiros seis meses deste ano. Os novos números indicaram outro aumento, com mais de 788 mil rodadas jogadas entre Janeiro e Junho - um aumento total de quase 4&% face aos números de 2016. (...).

Fonte: The Portugal News


" A maior conferência tecnológica no mundo" -  Lisboa Web Summit começa hoje: 6-9 Novembro 2017

A segunda edição do Lisboa Web Summit começa hoje no Parque das Nações
A inauguração deste evento no ano passaso atraiu um ttal de 53.000 pessoas à capital Portuguesa, oriundos de 166 países e de 15.000 empresas.

Este ano os organizadores esperam bater o recorde com 65.000 participantes e, com um aumento nos serviços de transportes públicos na área de Lisboa e arredores, por forma a acomodar o fluxo de turistas.
O evento, o qual está completamente esgotado, conta com uma estimativa de pelo menos 200 milhões de euros de contribuição para a economia Portuguesa."

Fonte: Portugal News


III Encontro Internacional Poesia a Sul é este ano «ainda mais internacional»


 

O III Encontro Internacional Poesia a Sul realiza-se de 3 a 12 de Novembro, em Olhão, e, «depois do sucesso das duas primeiras edições, o evento assume um caráter ainda mais internacional». 
É que o evento vai contar com a presença de convidados de Marrocos, Cuba, Espanha, Brasil, República Dominicana, França, Irlanda, México, Porto Rico, Holanda, Vietname, Turquia, Argentina, Chile, Venezuela e, naturalmente, Portugal.
A lista de participantes (mais de meia centena de poetas, músicos, professores, conferencistas e tradutores, vindos de 16 países) «representa uma oportunidade de divulgação da poesia contemporânea internacional e de contacto direto do público com os escritores que a criam e produzem, num cenário previligiado, como é a cidade de Olhão», diz aquela Câmara Municipal.

Fonte: Sul Informação


Imobiliário vai continuar na moda


Os investidores que pretendam considerar o imobiliário como uma forma de rentabilizar o seu património têm actualmente várias formas de o fazer. Podem rentabilizar o seu imóvel através do aluguer de longa duração, ou optar pelo alojamento local.
Depois de vários anos em crise, o imobiliário tem vindo a renascer. Tem sido mesmo um dos sectores com melhores notícias para a economia nacional. Sucedem-se as estatísticas positivas: as transacções estão em máximos desde, pelo menos, 2009, tal como o índice de preços da habitação. Ainda valerá a pena apanhar a onda do investimento no imobiliário? Os especialistas acreditam que sim.


Fonte: Jornal de Negócios


Feliz Halloween 2017!

IT is time to don your fancy dress costume and make sure you have plenty of sweets and chocolate stashed near the door as Halloween is TODAY.
But do you know how the day got its name and why we celebrate it? Here's the lowdown...
Halloween falls every year on October 31, which is a Tuesday this year - that's today! It is held the day before All Saints’ Day, which is a Christian festival used to celebrate recognised saints. Halloween activities typically involve trick or treating and dressing up in fancy dress.

Why is the date of Halloween significant?
The word Halloween comes from Hallowe’en, meaning "hallowed evening" or holy evening.
It is widely thought that Halloween traditions came from Celtic harvest festivals of Samhain, although some people support the view that Halloween began independently as a Christian festival.
Samhain was a celebration of the end of the harvest season, and means "summer’s end."
People at this time thought the walls between worlds were thin and spirits could pass through into our realm, and it was feared they may damage crops for the next season.
To appease any spirits, gaels would set up places at their dinner tables for the spirits and light bonfires to scare off evil spirits.

Source: The Sun


Estes são os 10 edifícios mais caros do mundo

Não importa em que parte do mundo um edifício é construído. Sabemos sempre o momento em que ele começa a nascer, mas nunca sabemos o momento em que fica finalmente concluído. Entre o colocar da primeira pedra e a sua inauguração podem surgir múltiplos problemas, que farão aumentar o preço inicial. Estes são os 10 edifícios mais caros do mundo. Curioso?

   1 – One World Trade Center, New York: € 3.307M               2 – Emirates Palace, Abu Dhabi: €2.544M                   3 – Palace of the Parliament, Bucareste: €2.544M     
       4 – Wynn Las Vegas, Las Vegas: €2.290M                   5 – Shanghai Tower, Shanghai (China): €2.035M                          6 – The Venetian Macao: €2.035M
  
7 – Royal Adelaide Hospital, Adelaide: €1.781M            8 – Goldman Sachs Headquarters, New York: €1.781M               9 – The Palazzo, Las Vegas: €1.611M
  
    10 – The Shard, Londres (Reino Unido): €1.611M

Fonte: Idealista/News


Portugal é o terceiro melhor país para visitar em 2018

Portugal continua a "dar cartas" e a conquistar o mundo. Arte, cultura, gastronomia, preços acessíveis e maravilhas naturais. São estas algumas das razões para visitar Portugal em 2018, mais ainda há mais. O Best in Travel 2018 da Lonely Planet já revelou os melhores países, cidades e regiões para visitar no próximo ano. Portugal está no Top 10. Mais, o país à beira mar plantado subiu ao pódio e aparece em terceiro lugar na lista de países a visitar.

Além de um "centro dinâmico para arte, cultura e cozinha", como aparece descrito no site oficial da editora – uma das mais famosas editoras de guias de viagens do mundo –, Portugal é prezado pelos preços "incrivelmente acessíveis" e pelas "maravilhas naturais", como as praias algarvias e o Parque Natural da Serra da Estrela.

Na lista de argumentos para a distinção, a editora refere ainda presença de chefes de cozinha em ascensão — em 2017, sete novos restaurantes portugueses arrecadaram estrelas Michelin.

Fonte: Idealista/News


Record year for Portuguese housing market on the cards

The current year is set to finish with more than 20 billion euros changing hands in real estate transactions across the country.

The news of the continued growth in the Portuguese property market was revealed this week by the National Real Estate Agents’ Association (APEMIP).
The association said that with this projected growth, the property market will have expanded by 20 percent on last year’s figures. 
APEMIP further forecast that this growth will continue for at least the coming two years. It said that the real estate market has received a decisive push through foreign investment, but said that continued growth is now also being supported by the domestic market, with investors cashing in on their bank deposits to invest in the buy-to-let market.
Meanwhile, new figures have show that the building industry has registered growth of over 40 percent.
According to the Pipeline Imobiliário Index, the number of building licences issued between the second quarter of 2016 and the second quarter of 2017 has climbed by 42.7 in mainland Portugal.
The issuing of licences to renovate or rebuild old homes performed particularly strongly, with an increase of just over 68 percent for the period in question.
Meanwhile, official figures out earlier this autumn indicated that the national housing price index has seen property prices rise by eight percent during the second quarter of the year when compared with the same period in 2016. House prices also rose on the first quarter of 2017, with the cost of housing up 3.2 percent.
Figures published by Portugal Statistics (INE) further revealed that new properties continued to report growth, while used properties, while still recording strong increases, slowed during the second quarter of the year.
The INE said that a total of just under 37,000 properties were sold between April and June, which is up 16.1 percent on 2016 and almost five percent above the number registered between January and March this year.
The total value of real estate sold during the second quarter was up 23.3 percent on last year, totalling 4.6 billion euros, of which 3.7 billion euros accounted for used homes.

Fonte: Portugal News


Lisbon among top weekend destinations

Online weekend getaway portal and app, weekenGO have released a study revealing the top 100 best cities in which to spend the weekend, with Lisbon being placed 28th overall. London took the top spot.

The results give an overall score for each city, but also indicate which destinations are best for three different types of travellers; millennials, families and baby boomers. 
Lisbon rated consistently high in all three categories, and did not perform particularly strongly in any single department.
As a company who lives and breathes weekend travel breaks, weekenGO undertook the study to define what exactly makes a city great for a short visit, and to help travellers of different age groups and dynamics to choose a destination which best caters to their interests. 
To determine the categories for the study, weekenGO first considered what factors affect a weekend trip. Several criteria are important to travellers no matter their age or affluence, for example how easy a city is to navigate, the ease of finding accommodation and the number of green spaces. To highlight which cities are best for millennials, families and baby boomers, the number of social locations such as restaurants, bars and clubs were included, as well as cultural activities such as museums, art galleries and theatres. In addition, safety and tolerance were factored into the research, looking specifically at data on women’s rights and safety, LGBT friendliness and the perception of security. 
To create the individual scores for millennials, families and baby boomers, weekenGO looked at traveller’s interests on a macro level to determine the best overall representative score. Each category is scored, with a high score indicating high desirability for this factor and a low score indicating a low level of attractiveness for tourists.
"Given the fact that we looked at over 1,000 cities worldwide, every destination that made it to this top 100 ranking ought to be on your weekend getaway bucket list," commented Tobias Boese, co-founder and managing director of weekenGO. "Cities at the top of the ranking such as London, Paris and New York are iconic for a reason, but those cities at the bottom of the ranking such as Casablanca and Belgrade still have a great deal to offer for an unforgettable weekend trip."

Source: Portugal News


Indoor outdoor living

We all choose to either live here in Portugal or have holiday homes here because of the amazing climate. Last month we were still enjoying temperatures regularly tipping 30 degrees with blue skies and little wind. The beaches are still busy and if you don’t book your restaurant you could well be taking home chicken piri piri from your local churrasquera!

According to a recent study by MSN, Portugal enjoys more than 3000 hours of sunshine per year. That equates to over 300 days (I don’t think we have had 300 days of sunshine throughout my whole life in Manchester!). If we have a few days of rain you can almost guarantee we will enjoy a couple of weeks of blue sky and sunshine to even things out.

That is why the orientation, size of garden or balcony and garden layouts are so important when choosing your dream home. As part of your planning you need to decide on what you prefer. Morning sun so you can be woken up with the sun pouring in through your bedroom window, followed by breakfast sat in the early sun with freshly squeezed orange juice.

Or do you prefer a G&T sat reading your book in the afternoon as the sun falls over the western skyline?
Or you may just prefer to sunbathe for as long as you can across the day and therefore need all round sunshine on your property.


Fonte: Tomorrow Algarve


"Home, sweet Portugal
O número de estrangeiros residentes em Portugal está a aumentar.

Não é novidade que Portugal é um bom país para passar férias - que o digam os 21 milhões de turistas que o país espera receber até ao final de 2017, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística -, mas que Portugal é um bom país para se trabalhar é uma realidade recente.
Entre os factores de atração estão o sol, hospitalidade e segurança lusos, a conjuntura internacional - hello, Brexit - e medidas governamentais que promovem o investimento estrangeiro, como o regime fiscal para Residentes Não Habituais e Golden Visa.
Juntemos a isto eventos como a Web Summit, que vai ficar por Portugal até 2018 e que só no seu primeiro ano trouxe ao país mais de 53 mil participantes de 166 países, e até a vinda da diva da pop , Madonna, para Portugal, e percebemos porque é que o país se tornou num destino apetecível.
Os números confirmam-no: de acordo com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, o número de estrangeiros a viver em Portugal aumentou 2,3% (são agora quase 400 mil) em 2016 face a 2015, invertendo a tendência de descida que se verificava desde 2010. O Brasil continua a ser a maior comunidade estrangeira, mas foi o aumento de residentes oriundos da União Europeia que mais contribuiu para o crescimento de cidadãos estrangeiros em Portugal: em 2016, o Reino Unido passou a ser a sexta nacionalidade mais relevante, com um crescimento de 12,5% (mais de 19 mil residentes); e a França entrou na lista das dez nacionaliades mais representativas, ocupando agora o nono posto, com um aumento de residentes nacionais superior a 33% face a 2015 (mais de 11 mil pessoas). 
No Algarve, a segunda região com mais cidadãos estrangeiros no país a seguir a Ljisboa, registou-se um aumento do número de residentes estrangeiros de 9% (quase 64 mil no total).
E não parece que esta tendência crescente vá diminur tão cedo - em setembro, o inquérito anual Expat Insider, realizado pelo guia InterNations, presente em 390 cidades, revelou que Portugal é o quinto melhor país do mundo para se viver e trabalhar. Os 13 mil inquiridos de 166 nacionalidades consideram ainda que Portugal era o país número um a nível mundial em termos de "atitude amigável" relativamente aos estrangeiros."

Fonte: Revista Algarve Essential - No. 105 Outubro-Novembro 2017


"Portugal tem a melhor qualidade de vida para os expatriados
Portugal foi eleito o quinto melhor país para trabalhar e morar para os expatriados, subindo 23 lugares no ranking de 65 países.

Portugal encabeçou a lista no Índice de Qualidade de Vida, tendo sido colocado quarto lugar em termos da Facilidade de Definição.
Estudos revelam que 93% dos expatriados em Portugal estão satisfeitos com sua vida aqui, sendo que 29% afirma estar muito feliz a este respeito.
A felicidade a nível pessoal teve uma descida no ano passado, mas mostrou melhorias significativas em 2017, visto que Portugal subiu para o terceiro lugar em geral. A melhoria da estabilidade política em Portugal também ajudou o país a escalar os rankings, enquanto 95% avaliam a segurança pessoal de forma positiva. Portugal também é o número um quando se trata de simpatia e hospitalidade.
Além disso, 89% consideram fácil acostumarem-se com a cultura local em Portugal, em comparação com apenas 74% em 2016. A amabilidade geral da população (92%) e a atitude de boas-vindas em relação aos residentes estrangeiros (94%) são outros fatores que melhoraram significativamente.
A pequena monarquia árabe Bahrein é o vencedor surpresa da pesquisa "Expat Insider" deste ano, seguida pelos países latino-americanos do México e Costa Rica.
No outro extremo do ranking, a Grécia, o Kuwait e a Nigéria são menos populares entre os que vivem no exterior. As questões variam de rendimentos insuficientes a uma má qualidade de vida e problemas com segurança pessoal, como revela a pesquisa Expat Insider 2017.
Com cerca de 13 mil entrevistados que vivem e trabalham no exterior, é considerado um dos estudos de expatriados mais extenso, realizado anualmente pela InterNations, a maior comunidade de expatriados em todo o mundo.
Além de oferecer uma análise aprofundada da vida no exterior, a pesquisa classifica 65 países por uma variedade de fatores, tais como qualidade de vida, trabalho no exterior e fixação.
De acordo com a pesquisa, os 10 principais destinos deste ano para os expatriados são o Bahrain, Costa Rica, México, Taiwan, Portugal, Nova Zelândia, Malta, Colômbia, Singapura e Espanha.
A República Checa é o novo melhor destino para trabalhar no exterior, em grande parte devido à melhor satisfação com a segurança no emprego. Além disso, os Países Baixos saltaram da posição 20 para a 6ª, ganhando consideravelmente em termos de equilíbrio entre o trabalho e a qualidade de vida.
A Grécia, o Kuwait e a Nigéria continuam a ser os piores destinos de expatriação devido à falta de perspectivas de carreira, insatisfação pessoal e preocupações sobre a segurança".

Fonte: Jornal "Portugal News" - Edição 09 de Setembro de 2017


"Britânicos têm um novo destino de férias favorito - já lá esteve? 
PROCURA inspiração para as férias? Este é o mais recente hotspot para turistas Britânicos."  

Do Reino Unido, chegam notícias de que a popularidade de Portugal está em crescimento e são cada vez mais os Britânicos a escolher o nosso país para passar férias. O jornal Daily Star garante que Portugal «está rapidamente a caminho de se tornar o destino de férias favorito dos britânicos» e que a notoriedade do nosso país atingiu «um máximo de nove meses», segundo as estatísticas.

Como seria de esperar, um dos locais mais populares é o Algarve, «conhecido pelas suas praias e campos de golfe», segundo o jornal do Reino Unido, mas «cidades vibrantes como Lisboa e Faro também são altamente populares entre os que vão de férias».

Fonte: The Daily Star - Edição de 04 de Setembro de 2017 


Taxa de ocupação hoteleira em Portugal com aumento no primeiro semestre deste ano

O Instituto Nacional de Estatística (INE) reportou esta semana que o volume de negócios na Indústria Hoteleira representou € 1,4 bilhões.
"No primeiro semestre de 2017, as dormidas dos residentes aumentaram 4,3% e as de não residentes aumentaram 11,6% por cento", de acordo com o relatório do INE. Só no mês de Junho, a indústria hoteleira registrou 2,1 milhões de hóspedes e 5,9 milhões de estadias, correspondendo a aumentos de 8,5% e 8,0%, respectivamente (7% e 6,5% em Maio).
O mercado interno sofreu uma queda em Junho, ao passo que os mercados externos aumentaram.
A duração média das estadias em Junho foi menor do que no ano passado, mas a receita continuou a aumentar.
No Algarve, o destino turístico mais popular de Portugal, a taxa média de ocupação do quarto, no mês passado, em Julho de 2017, foi de 85,9 por cento, levemente abaixo em Julho de 2016.
No entanto, os números da maior associação hoteleira AHETA da região mostraram que, em Janeiro, "a ocupação cresceu 2,7%" comparativamente à média total dos primeiros sete meses de 2016. A associação salientou a ocupação "ainda acima da média" no mês de Julho.
Geograficamente, os maiores crescimentos de ocupação foram registrados em Lagos e Sagres, Portimão e Praia da Rocha, que apresentaram a maior taxa de ocupação no Algarve no mês passado, com 92,8% de total.
Não obstante, a maioria das estadias no Algarve foi registada por portugueses (26,6 por cento), britânicos (26,1 por cento), alemães (9,5 por cento) e irlandeses (7,6 por cento).

Fonte: Jornal "Portugal News" - Edição 19 de Agosto de 2017

Turismo de golfe com ano recorde  
 

O turismo de golfe tem vindo a ganhar cada vez mais peso e atingiu em 2016 o melhor ano de sempre. A ideia é continuar a crescer e voltar a superar em 2017 os números do ano anterior. As estatísticas mais recentes apontam para cerca de 1,2 milhões de voltas por ano, o que, direta e indiretamente, representa cerca de 350 milhões de euros de volume de negócios, revela ao SOL a Federação Portuguesa de Golfe.
A Federação de Golfe lembra ainda  que o Algarve é, juntamente com o Sul de Espanha, o principal destino turístico de golfe da Europa.
«Ano após ano tem vindo a vencer distinções internacionais como melhor destino de golfe, pois à quantidade e qualidade dos seus campos de golfe junta a capacidade hoteleira de elevado nível e toda uma logística de referência associada às operações de golfe, com aeroporto e ligações aéreas, transferes, animação e restauração adequadas», refere ao SOL, o CEO do grupo NAU Hotels & Resorts, Mário Ferreira.

Fonte: Jornal SOL


Imobiliário: Portugal mais atrativo que do Espanha, Itália ou França


"Portugal é definitivamente o sítio para estar agora", garantiu Ashley Foakes da Brookes and Co, uma empresa especializada na identificação de oportunidades de investimento em imobiliário para vender a britânicos.
Portugal, refere este especialista, destaca-se devido à melhoria das perspetivas económicas, tem menor densidade urbanística do que Espanha e por ser um país seguro, exemplificou.
"É tudo uma questão de 'due diligence', pesquisar e compreender o projeto, e não ser levado pelo coração", vincou, referindo que os clientes estão mais interessados no rendimento financeiro do que do uso que possam tirar da propriedade em Portugal.
Quanto ao impacto do 'Brexit' (saída do Reino Unido da UE), Ashley Foakes minimiza.
"Temos esperança que a relação longa com Portugal prevaleça e não tenha impacto no futuro", confessou.
A 13.ª conferência "Portuguese Chamber's 2017 Property", organizada pela Câmara de Comércio Portuguesa no Reino Unido, decorreu este ano sob o tema "Como pode Portugal atingir os Três Principais Perfis de Compradores Britânicos?".
Este evento de troca de experiências e contactos para profissionais do imobiliário que trabalham no setor do turismo residencial em Portugal e no Reino Unido atrai desde 2004 dezenas de promotores imobiliários, instituições financeiras e investidores.
Este ano, os três painéis de especialistas foram escolhidos para analisar em profundidade três tipos muito distintos de investidores britânicos no imobiliário em Portugal, fruto de um perfil demográfico em envelhecimento acelerado. Um dos grupos de compradores são "trabalhadores e apreciadores do estilo de vida", ou seja, um segmento que emergiu recentemente, constituído por empresários britânicos e empresários com mais de 40 anos, que estão a considerar mudar a sua residência e/ou negócio para Portugal, para aproveitar os benefícios fiscais vantajosos disponíveis.
Outra categoria é composta de compradores idosos "independentes ou com necessidade de assistência", produto do "pico demográfico" que se aproxima rapidamente do Reino Unido e que poderá afetar o perfil de comprador típico de Portugal nos próximos anos.
Por fim, os compradores com um "estilo de vida relaxado" são o segmento mais tradicional, que procuram um estilo de vida ativo, baseado no bem-estar, vivido entre o Reino Unido e Portugal.
Estes procuram normalmente uma segunda residência em Portugal, atraídos por desportos como o golfe, o sol, fácil acesso, melhor qualidade de vida e tempo em família e, em alguns casos, para possível investimento.

Fonte:  Diário de Notícias

 

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

Também interessante


IMÓVEIS PARA VENDA PROCURAM-SE!!!

IMÓVEIS PARA VENDA PROCURAM-SE!!!

NÓS TEMOS OS CLIENTES!!! TEM O IMÓVEL??? NÄO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!!! SE PENSA VENDER O SEU IMÓVEL, CONTACTE-NOS COM BREVIDADE!!!

ver mais




VISTO GOLD

VISTO GOLD

O Programa ARI / Visto Dourado lançado pelas autoridades portuguesas em Outubro de 2012 é uma via rápida para os investidores estrangeiros de paises não pertencentes à UE para obter uma autorização de residência válida em Portugal ("Golden Visa").

ver mais


NOVIDADE: SUÍÇA

NOVIDADE: SUÍÇA

Abacoz Properties está sempre à procura de novas oportunidades! NOVIDADE: Descubra os nossos mais recentes imóveis na SuÄ?ça!

ver mais

go to top
PROPRIEDADES REDUZIDAS
Clique para todos
PROPRIEDADES VENDIDAS
Clique para todos
EM MAPA
Clique para todos

HAMUALGARVE LDA. © 2012  |  AMI: 10429